O Seguro Automóvel, permite que o segurado reduza seus prejuízos financeiros frente a qualquer acidente, roubo ou furto que envolva seu veículo. O segurado ao escolher a apólice ideal para seu caso, indenizará os danos materiais do veículo e pessoais das vítimas, se houver.

O valor do cálculo do Seguro Automóvel é elaborado considerando várias informações pessoais do proprietário do veículo, como: idade, estado civil, profissão, endereço e em quais condições o veículo será utilizado. Fator muito importante também é considerar em quais situações o automóvel normalmente será utilizado, em qual período do dia, em quais regiões o proprietário mais circulará com o veículo, se há ou não estacionamento, se a CNH é recente ou não e, finalmente, se possui filhos que possam utilizar o veículo em conjunto.

Essa etapa, juntamente com os dados do veículo serão decisivos para calcular o valor do seguro. No que se refere ao veículo o ano e modelo influenciam demais no valor final. No caso do veículo ser usado, será utilizada a tabela FIPE.

O custo de reparação e o índice de roubos e furtos do carro segurado.Quanto maior for o índice de roubos e furtos pelo modelo do carro que está sendo segurado, ou seja, se o carro for mais visados por ladrões, maior será o valor da Apólice.

Vale ressaltar que quanto maior a abrangência do seguro (assistências, benefícios, coberturas e valor da franquia) mais oneroso será o Seguro Automóvel.

Quando falamos em FRANQUIA, estamos falando no valor estabelecido em contrato que será pago pelo segurado para reparar danos ao seu veículo em caso de perda parcial (até 75% do valor do veículo). Caso o prejuízo seja menor que o valor da franquia, o segurado assume o custo integral dos reparos e, caso exceda, a seguradora arcará com o valor excedente.

O valor da franquia pode ser revisto a qualquer momento: no momento da renovação ou ao fazer um novo seguro.

O que vale reforçar é que se o custo do reparo for menor que a franquia não é vantagem alguma acionar o seguro. Porque não haverá indenização ou reembolso do valor que foi excedido.

Para uma opção mais econômica existe a possibilidade de se optar pela cobertura básica, também chamada de compreensiva, que inclui apenas roubo, furto ou incêndio.